Cármen pede compreensão antes de análise de habeas corpus

A presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, disse nesta terça-feira, véspera do julgamento pela corte de um pedido de habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que o país vive "um momento mais difícil, mais turbulento" e pediu compreensão da sociedade com o trabalho dos magistrados.

"O papel do juiz, neste caso, do Conselho, segundo a sua compreensão de mundo e interpretação, principalmente, estrita da lei fazer com que a nossa tarefa seja cumprida com quase nenhum espaço de discricionaridade", disse a ministra na abertura da sessão desta terça-feira do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

"Mas esperando que a sociedade brasileira entenda que estamos trabalhando exatamente no sentido de cumprir nossas atribuições e contribuir, portanto, para que a democracia brasileira se cumpra com o respeito aos direitos de todos", acrescentou.